Florais de Bach para gatos

Florais de Bach, ou Terapia Florais de Bach, deve seu nome ao médico britânico Edward Bach que criou esses remédios no início do século XX. A homeopatia é a crença de que o corpo pode se curar. Ele usa pequenas quantidades de substâncias naturais como plantas e minerais para tratar o corpo ou a mente. A ideia por trás das flores de Bach é semelhante à homeopatia. Mas usam menos materiais e não atuam diretamente nos sintomas físicos, mas sim nas emoções. Para o qual Edward Bach selecionou várias plantas e as atribuiu a diferentes humores.

Bach acreditava que curar emoções negativas ajuda o corpo a se curar. Seu sistema contém 38 remédios, cada um dos quais aborda uma emoção negativa específica. Não há efeitos colaterais para humanos ou animais.

As flores de Bach são consideradas um suplemento dietético de produtos naturais. É usado para problemas emocionais e dor. São feitos a partir de extratos diluídos de flores de plantas silvestres em que para animais de estimação não contêm álcool e são formulados exclusivamente para eles.

Para tratar gatos com Florais de Bach, as essências florais são pingadas na boca do amigo de quatro patas, nas patas, cabeça, comida ou água potável. A dose depende da idade do animal. Gatos adultos recebem quatro gotas quatro vezes ao dia, gatinhos duas a três gotas cada e gatinhos uma a duas gotas cada. O tratamento com Florais de Bach é recomendado por um longo período de tempo. Não deve ser interrompido mesmo que os sintomas já tenham melhorado.

As flores de Bach também são usadas para nossos gatos em casos como transtorno obsessivo-compulsivo, abuso físico ou psicológico e situações traumáticas graves, como lesões críticas nas quais há uma mistura especial. Essas chamadas gotas de resgate devem ser administradas ao gato aproximadamente a cada 10 a 15 minutos, se necessário.

As Flores de Bach não substituem a medicação que o veterinário está recomendando ou a consulta com um especialista em comportamento felino.